O Melhor site de questões do Brasil!

Questões de Administração

Aumentar letra Diminuir letra

Palavra-chave:
questões com comentários do professor novo!
Novo site do QC
ImprimirImprimir página | Exibindo 1 de 5 de 20132 no total.
Questões por página:
1 Q441110   Imprimir
Prova: FGV - 2014 - TJ-GO - Analista Judiciário - Apoio Judiciário e Administrativo

As prioridades estabelecidas na Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) podem ser vistas como um contrato fixado entre o Poder Executivo e o cidadão. Nesse documento, o governo tem a possibilidade de indicar as metas a serem privilegiadas na execução do orçamento público e, assim, buscar alcançar a plataforma de governo prometida aos eleitores (Portugal et al, 2013, p. 4). O entendimento do autor é possível, já que cabe à LDO:

  • a) ajustar as ações de governo, previstas no Plano Plurianual (PPA), às reais possibilidades de caixa;
  • b) viabilizar a execução do plano de trabalho do exercício a que se refere;
  • c) estabelecer as diretrizes, objetivos e metas de médio prazo da administração pública;
  • d) subsidiar as definições das metas e das prioridades da administração;
  • e) subsidiar as orientações para elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA).



2 Q441111   Imprimir
Prova: FGV - 2014 - TJ-GO - Analista Judiciário - Apoio Judiciário e Administrativo

“A partir de 1995, com o governo ernando Henrique, surge uma nova oportunidade para a reforma do Estado em geral, e, em particular, do aparelho do Estado e do seu pessoal. Esta reforma terá como objetivos: a curto prazo, facilitar o ajuste fiscal, particularmente nos Estados e Municípios, onde existe um claro problema de excesso de quadros; a médio prazo, tornar mais eficiente e moderna a administração pública, voltando-a para o atendimento dos cidadãos” (Bresser Pereira, 1996, p. 17).

O texto do autor enseja uma possível contradição inerente à teoria da nova administração pública, que pode ser percebida ao analisar que esta buscava:

  • a) facilitar o ajuste fiscal, mas reduzindo a idade mínima para aposentadoria;
  • b) construir uma administração pública voltada para o atendimento dos cidadãos, mas reduzindo o número de funcionários públicos;
  • c) facilitar o ajuste fiscal, mas criando o incentivo financeiro por tempo de serviço (anuênio);
  • d) facilitar o ajuste fiscal, mas mantendo a aposentadoria integral independente do tempo de contribuição;
  • e) construir uma administração pública voltada para o atendimento dos cidadãos, mas mantendo a inexistência de um teto remuneratório para os servidores



3 Q441112   Imprimir
Prova: FGV - 2014 - TJ-GO - Analista Judiciário - Apoio Judiciário e Administrativo

Alguns acadêmicos consideram a Governança Pública (GP) uma consequência do movimento da Administração Pública Gerencial (Secchi, 2009, p. 359). Dentre as características teóricas da GP está:

  • a) a verticalidade das relações entre atores públicos e privados na elaboração de políticas públicas;
  • b) a influência de diversos atores na construção das políticas públicas;
  • c) a maior hierarquia na solução de problemas públicos e sociais;
  • d) a diminuição dos mecanismos participativos de deliberação na esfera pública;
  • e) a valorização de critérios técnicos nos processos de decisão.



4 Q441113   Imprimir
Prova: FGV - 2014 - TJ-GO - Analista Judiciário - Apoio Judiciário e Administrativo

O modelo burocrático weberiano é um modelo organizacional que desfrutou notável disseminação nas administrações públicas durante o século XX em todo o mundo. O modelo burocrático é atribuído a Max Weber, porque o sociólogo alemão analisou e sintetizou suas principais características (Secchi, 2009, p. 350). Ao tratar do modelo burocrático weberiano, é possível afirmar que ele:

  • a) apoia-se na autoridade carismática como fonte de poder dentro das organizações;
  • b) valoriza remunerações diferenciadas para empregados que desempenham tarefas semelhantes;
  • c) utiliza a separação entre planejamento e execução das atividades no contexto organizacional;
  • d) volta seu foco às necessidades dos cidadãos para construção das políticas públicas;
  • e) alcança alto grau de personalismo e clientelismo devido às suas características teóricas.



5 Q441114   Imprimir
Prova: FGV - 2014 - TJ-GO - Analista Judiciário - Apoio Judiciário e Administrativo

O Plano Plurianual (PPA) 2000-2003 representou um marco para o planejamento em razão da criação do programa como unidade de gestão (Paulo, 2010, p. 178). A criação do programa como unidade de gestão:

  • a) deu materialidade ao plano de governo, expondo a pretensão de implantação das políticas frente à indisponibilidade fiscal;
  • b) disciplinou a utilização da avaliação de desempenho dos servidores ao longo de diversos anos;
  • c) estabeleceu uma linguagem diferente para cada instrumento de planejamento e orçamento;
  • d) organizou a ação governamental em função de problemas e/ou demandas identificadas na sociedade, com foco em resultados;
  • e) deu maior transparência ao orçamento, ao dissociar as despesas previstas a um objetivo definido de transformação na sociedade.



Imprimir

Copyright © 2007-2014 Questões de Concursos. Todos os direitos reservados.