1. Comentado por Samia há 11 meses.

    O superlativo pode ser relativo ou absoluto e cada um pode ser classificado de outras maneiras.

    1) Superlativo relativo - ocorre uma comparação ou a qualidade de um ser é intensificada em relação a um conjunto de seres.
    Pode ser:

    Comparativo de igualdade.
    Ex.: A garota é tão inteligente quanto sua mãe.

    Superlativo relativo de inferioridade.
    Ex.: João é o menos estudioso da turma.

    Superlativo relativo de superioridade.
    Exs.: Ela é mais velha do que eu. (item a)
    Aquele professor é o mais rígido da sala. (item d)

    2) Superlativo absoluto - o adjetivo é intensificado, mas a característica não é comparada com a de outros seres.
    Pode ser:

    Superlativo absoluto analítico: o adjetivo vem acompanhado de um advérbio (muito, bastante, extremamente etc).
    Ex.: Ele está muito nervoso (item c).

    Superlativo absoluto sintético: o próprio adjetivo é flexionado.
    Ex.: Fez um quadro belíssimo (item b - resposta correta).



  2. Comentado por Karla há aproximadamente 1 ano.

    Complementando...

    Grau Superlativo Absoluto

    • Grau Superlativo Analítico: Anteposição de advérbios de intensidade ao adjetivo. Ex."É uma aluna bastante inteligente"
    • Grau Superlativo Sintético: Acrescenta-se sufixos ao adjetivo, como: -íssimo, -imo, -rimo. Ex: "A Lara é felicíssima"

    Grau Superlativo Relativo


    • Grau Superlativo Relativo de Superioridade: Ex."Mariana é a mais linda do mundo."
    • Grau Superlativo Relativo de Inferioridade: Ex."Sulmara é a menos inteligente de todas as cachorras "


    fonte: Wikipédia



  3. Comentado por Pedro Henrique Silva há mais de 3 anos.

    Correta letra B

    Quando a palavra está no Grau superlativo sintético, acrescentasse os sufixos : -íssimo, -imo, -rimo. Ex. : A Lara é felicíssima

    Bons Estudos !!!
    Abraço.

    Pedro



  4. Comentado por Danielle Ferreira há mais de 3 anos.

    Gabarito: B

    A) comparativo de superioridade

    C) superlativo absoluto analítico

    D) superlativo relativo de superioridade



  5. Comentado por Diego Reis Esteves há mais de 3 anos.

    Os adjetivos podem variar conforme o grau. Por exemplo: Maria está feliz, ou Maria está muito feliz. Nos casos em que o adjetivo é intensificado (muito feliz, bastante inteligente, menos veloz), tem-se o grau superlativo do adjetivo. Se a característica não é comparada com outros seres (Maria é muito feliz, e pronto. Não se entra na questão se ela é mais ou menos feliz que outras pessoas), o superlativo é absoluto. Caso contrário, é relativo.

    O grau superlativo absoluto pode ser, ainda, analítico - em que a flexão é feita com um advérbio (muito, extremamente, super) - ou sintético, em que a própria palavra varia. Geralmente isso ocorre com o acréscimo do sufixo -imo. Mas nem sempre a flexão é tão simples.

    Por exemplo:

    Grau normal
    Superlativos

    Superlativo

    ágil agilíssimo
    agradável agradabilíssimo
    agudo acutíssimo ou agudíssimo
    alto altíssimo, sumo ou supremo



  6. Comentado por Marlise há mais de 4 anos.

    GRAU SUPERLATIVO Usa-se o grau superlativo para intensificar uma característica de um ser em relação a outros seres. Subdivide-se em: - superlativo absoluto » que pode ser sintético ou analítico; - superlativo relativo » que pode ser de superioridade ou inferioridade.Sintético: é composto pelo adjetivo + sufixo. Exemplos: As duplas sertanejas são riquíssimas. Ele é um fortíssimo candidato. fONTE:http://www.juliobattisti.com.br/tutoriais/josebferraz/adjetivo001.asp



Ocultar