O Melhor site de questões do Brasil!

Questões de Concursos Públicos

Aumentar letra Diminuir letra

Palavra-chave:
questões com comentários do professor novo!
Novo site do QC
ImprimirImprimir página | Exibindo todos os 3 questions encontrados(as).
Questões por página:
1 Q305415   Imprimir    Questão muito difícil

O índice de acertos para essa questão está na faixa de 0% a 20%.
Prova: FUNCAB - 2013 - PC-ES - Delegado de Polícia

Josefina, chefe de uma seção da Secretaria de Estado de Saúde, tomou conhecimento de que um funcionário de sua repartição havia subtraído uma impressora do órgão público. Por compaixão, emface de serem muito amigos, Josefina não leva o fato ao conhecimento dos seus superiores, para que as medidas cabíveis quanto à responsabilização do servidor fossema dotadas. Portanto, Josefina:

  • a) não obrou para crime algum, haja vista não ter competência para responsabi l izar o seu subordinado.
  • b) obrou para crime de condescendência criminosa, haja vista ter competência para responsabilizar o seu subordinado.
  • c) obrou para crime de condescendência criminosa, haja vista não ter competência para responsabilizar o seu subordinado, mas o dever de levar o fato ao conhecimento da autoridade competente.
  • d) obrou para crime de corrupção passiva, haja vista a compaixão ser uma vantagem indevida.
  • e) obrou para crime de prevaricação.



2 Q305424   Imprimir    Questão média

O índice de acertos para essa questão está na faixa de 41% a 60%.
Prova: FUNCAB - 2013 - PC-ES - Delegado de Polícia

Em razão do pleito de Mário, chefe de departamento da Secretaria de Obras, em favor de seu amigo José, que era proprietário de uma empresa de recapeamento, foi celebrado um contrato entre a empresa de José e a referida Secretaria, objetivando o recapeamento de várias ruas. Esse contrato posteriormente foi invalidado por decisão judicial, haja vista ferir vários preceitos legais. Logo,Mário:

  • a) praticou o crime preceituado na Lei nº 8.666/1993.
  • b) praticou o crime de advocacia administrativa, preceituado no artigo 321 do CP.
  • c) praticou o crime de prevaricação, preceituado no artigo 319 do CP.
  • d) praticou o crime de corrupção passiva, preceituado no artigo 317 do CP.
  • e) tem sua conduta justificada, em face da decisão de invalidade do contrato.



3 Q305407   Imprimir    Questão difícil

O índice de acertos para essa questão está na faixa de 21% a 40%.
Prova: FUNCAB - 2013 - PC-ES - Delegado de Polícia

O agente penitenciárioMauro agenciou a fuga de três pessoas que cumpriam medida de segurança imposta pelo Juiz criminal nomanicômio judiciário em que era lotado. Para tanto, Mauro recebeu um carro, uma casa e vinte mil reais em dinheiro. Portanto, Mauro:

  • a) não deve responder por crime algum, pois se trata de cumprimento demedida de segurança.
  • b) deve responder pelo crime de facilitação de fuga, preceituado no artigo 351 do CP.
  • c) deve responder pelo crime de corrupção ativa, preceituado no artigo 333 do CP.
  • d) deve responder pelo crime de corrupção passiva, preceituado no artigo 317 do CP.
  • e) deve responder pelo crime de concussão, preceituado no artigo 316 do CP.



Imprimir

Copyright © 2007-2014 Questões de Concursos. Todos os direitos reservados.